É impressionante como ainda tem investimentos que, por desconhecimento ou falta de informação clara, temos a impressão que, ou ele é 100% bom ou 100% ruim.

O fato é: nenhum investimento é binário.

Acredite, nem mesmo a capitalização, é 100% ruim, isto porque um viciado em jogo tem mais chance de ter o seu dinheiro recuperado na capitalização do que em outros jogos de azar.

Não estou defendendo, ok? Só estou dizendo que, qualquer investimento se for comprado indevidamente causará um estrago que pode ser monstruoso e, mesmo aqueles abomináveis podem ser úteis para alguém!

Como assim? Veja só:

Imagine que você vá a um restaurante e te apresentem um cardápio que você não entende nada. Então o gerente te diz: esta é a sugestão da casa, os clientes amam!! E você, inocente e crédula, topa experimentar sem questionar, afinal, ele é o especialista e muita gente amou, certo?

O gerente não te perguntou se você tem alergia a algum tipo de alimento, o que está esperando com a comida (apenas suprir a fome, ter uma experiência diferente, afogar as mágoas, comemorar) e o que fará após se alimentar (se vai dormir, trabalhar, viajar, namorar) e, mesmo sabendo que tudo isto influenciaria a sua decisão ele traz a “sugestão da casa”, afinal, muitos amaram!

Após se alimentar você percebe que tem outras necessidades que aquele alimento não supriu, então, para suprir o que você precisa você gasta mais ao pedir um “prato adicional”, ou então percebe um ingrediente que te deu alergia, então não aproveitou os benefícios do prato e precisou correr pro hospital ou ainda, também como opção, ficou insatisfeita mas deixou tudo como estava, afinal, a decisão já tinha sido tomada e, se vários clientes amaram, o problema é você.

Mas será mesmo que é binário assim? Você se prejudica porque muitos amaram e tudo bem?

Pense só: será que a pergunta detalhada do gerente ou o seu questionamento de forma mais específica, com base nas suas necessidades, teriam evitado gastos extras e dor de cabeça? 90% de chance de a resposta ser sim.

Então porque, mesmo se tratando da nossa vida, apenas acenamos a cabeça e aceitamos?

Quem você acha que sabe mais da sua vida do que você? O gerente? Será, será? (como perguntaria meu filho de três anos).

Pense de outra forma: quando você vai ao médico, antes de te medicar o que ele faz? Examina, pergunta, questiona… então ele medica.

Não aceitamos (ou a maioria não aceita) o remédio antes de falar o que precisamos resolver. Não topamos fazer quimioterapia para tratar uma gripe ou aceitamos um diagnostico sério sem um exame apurado.

Então porque aceitar um produto se ele não vai satisfazer as suas necessidades? Por desconhecimento? Mesmo?

Então, se for por isto, tenha muito claro seu objetivo, com prazo, razão de ser, risco que topa correr e faça as seguintes perguntas para o seu gerente ou consultor de investimento:

  • Quais as regras do investimento escolhido – taxas envolvidas, tributação, resgate, limites de investimento, recorrência de investimento;
  • Quais os riscos envolvidos – quando você pode perder dinheiro ou ganhar dinheiro com este investimento, o que influencia o seu retorno;
  • Qual a garantia que tenho com a instituição – a instituição sobreviverá pelo menos até você precisar deste dinheiro?;
  • Quanto está rendendo – o seu investimento está rendendo o suficiente para você realizar o seu projeto e, quando comparado a outras instituições e mesmo tipo de investimento está compatível? Está rendendo mais do que a taxa básica de juros da economia? Supera a inflação?

 

Sei que muitas das respostas você talvez nem entenda, mas o fato é, com as respostas você precisará ter pelo menos “um cheiro” se vai conseguir ou não realizar o seu sonho.

Sei também que a complexidade dos produtos pode fazer com que as pessoas se afastem do acompanhamento e deleguem suas decisões para outras pessoas, nem sempre especialistas no assunto, mas o fato é: somente você sabe exatamente o que quer que o seu dinheiro proporcione e somente você saberá dizer, mesmo que qualitativamente, o que quer que ele faça por você. (Liberdade financeira? Aposentadoria? Tranquilidade?)

Em caso de necessidade, aconselho buscar um especialista (como nós) para te ajudar a fazer a conexão entre seus objetivos, os investimentos e o que mais for necessário. Não saia por ai comendo olho de cabra, cérebro de macaco ou comprando qualquer investimento. Faça o melhor para você, mesmo que demore 1 dia a mais para decidir (mas só um dia hein!)

Sucesso para você e foco no seu futuro!